Seja Bem Vindo ao Maior Portal de Estudos do Preterismo Completo do Brasil Para a Glória de Deus!

Postados até aqui...

Loading...

Translate

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Será que o Céu e a Terra realmente serão destruídos pelo fogo?

 E vi um novo céu, e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe. Apocalipse 21:1

Muitos estudiosos hoje ensinam que a expressão "novo céu e uma nova terra" é para ser tomado literalmente, e envolverá a futura destruição do céu e da terra existente pelo fogo.
Na verdade, o novo céu e a nova terra se refere à mudança de aliança ocorrido na destruição de Jerusalém em  70 d.C. O termo não se refere ao fim dos tempos ou o fim do mundo, se refere ao fim do pacto! “O novo céu e a nova terra” é um termo de nova aliança. Quero então nesse pôster e com a ajuda da graça de Deus, lhe dar as informações necessárias para o entendimento bíblico sobre a questão.

Pedro e os Novos Céus e Nova Terra
Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão.  Havendo, pois, de perecer todas estas coisas, que pessoas vos convém ser em santo trato, e piedade, Aguardando, e apressando-vos para a vinda do dia de Deus, em que os céus, em fogo se desfarão, e os elementos, ardendo, se fundirão?
Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a justiça. 2 Pedro 3:10-13

Esta porção da Escritura aparece com destaque na teoria de que a condenação pendente aguarda a destruição do céu e a terra existente, mais analisando minuciosamente a questão, vemos que Pedro descreveu o fim da Antiga Aliança com a evidência visível da destruição do templo e de Jerusalém por um incêndio em 70 dC. Este evento significou o fim da justificação por maio das obras; oferendas de sacrifício para a remissão dos pecados, assim como festas religiosas sacras, cerimonialismo, abluções e penitencias.
Hoje debaixo do novo céu e nova terra, ou seja, debaixo da nova aliança, não estamos mais atrelados a o sistema legalista de justificação, estamos sim desfrutando de um maio superior pela qual nos encontramos justificados em Cristo. Isto é a fé! Cujo qual não vem de nós e dom de Deus. 

Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus.
Não vem das obras, para que ninguém se glorie; Efésios 2:8-9

Sabendo que o homem não é justificado pelas obras da lei, mas pela fé em Jesus Cristo, temos também crido em Jesus Cristo, para sermos justificados pela fé em Cristo, e não pelas obras da lei; porquanto pelas obras da lei nenhuma carne será justificada. Gálatas 2:16
É por isso que nós igreja de Jesus Cristo, uma vez cientes que desfrutamos da graça de Deus por meio da fé para a justiça de Deus, não devemos se submeter ao batismo; seja ela por imersão, aspersão ou ebulição! A justiça provem da fé e não da água! O batismo praticado nas águas pelos discípulos era um preanuncio daquilo que seria superior a saber o batismo com espírito. Então se sujeitar a o batismo nas água é dizer que não estamos justificados em Cristo! Espero que você entenda esse ponto na Graça de Cristo. Quando Jerusalém foi dizimada em 70 d.C pelos romanos com fogo como disse Pedro ele deixou claro que aquele sistema de justiça terminaria de uma vez por todas.

Dando nisto a entender o Espírito Santo que ainda o caminho do santuário não estava descoberto enquanto se conservava em pé o primeiro tabernáculo, Que é uma alegoria para o tempo presente, em que se oferecem dons e sacrifícios que, quanto à consciência, não podem aperfeiçoar aquele que faz o serviço; Consistindo somente em comidas, e bebidas, e várias abluções e justificações da carne, impostas até ao tempo da correção. Hebreus 9:8-10

Isso! Quando Paulo escreveu a epístola a os Hebreus o tempo da correção ainda não tinha chegado e por isso a justiça ainda estava sobre dons, sacrifícios e abluções. Na realidade todo o tempo em que o novo testamento estava sendo inscrito estava na expectativa dessa correção, hoje não mais! Agora desfrutamos da fé! As abluções, as cerimonias judaicas como meio de justiça era falha não aperfeiçoava a ninguém, então pra que eu me sujeitaria a aquilo que não pode me aperfeiçoar?

A palavra grega traduzida como "elementos" em 2 Pedro 3:10-12 é 'stoicheion' e aparece no Novo Testamento apenas sete vezes. O significado da palavra é "rudimento" ou "princípio". Em 2 Pedro, muitos estudiosos interpretam 'stoicheion "para significar os elementos  presente! O Material! O mundo físico, no entanto, é inconsistente a fazê-lo. Nós encontramos na verdade 'stoicheion' consistentemente usado em conexão com a Lei de Moisés e os princípios da política judaica em todas as outras ocasiões nas Escrituras.

Rudmentos 'stoicheion'
Assim também nós, quando éramos meninos, estávamos reduzidos à servidão debaixo dos primeiros rudimentos do mundo. Gálatas 4:3

Mas agora, conhecendo a Deus, ou, antes, sendo conhecidos por Deus, como tornais outra vez a esses rudimentos fracos e pobres, aos quais de novo quereis servir? Gálatas 4:9
Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo; Colossenses 2:8

As Escrituras acima mencionadas fornecem a interpretação adequada e uma clara compreensão da palavra "stoicheion ', você percebe que não é apropriado aplicar essa palavra para o céu e a terra existente.

Isaías e os Novos Céus e Nova Terra
Porque, eis que eu crio novos céus e nova terra; e não haverá mais lembrança das coisas passadas, nem mais se recordarão. Mas vós folgareis e exultareis perpetuamente no que eu crio; porque eis que crio para Jerusalém uma alegria, e para o seu povo gozo. Isaías 65:17-18
Quando Isaías proclamou que o Senhor iria "criar novos céus e uma nova terra", ele estava descrevendo a Nova Aliança. Pois como já sabemos Deus já tinha feito os céus e terra físico a muito tempo atrás, não havia nessecidade de criar novamente concorda?
O livro de Isaías é um livro profético por tanto descarta a possibilidade dele está se referindo a os céus e terra físico. Profeticamente Isaías se dirigiu a aliança que seria em breve sancionada por Cristo Jesus. Observe que antes mesmo Isaías tinha profetizado a respeito de sua vinda a Israel como o messias esperado.

Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz. Isaías 9:6

Mais adiante, seguindo uma ordem cronológica dos acontecimentos Jesus morre na cruz.
Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido. Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.Isaías 53:4-5
Então, encerrando a aliança mosaica a antiga dispensação o profeta que conhecia bem o termo declarou:

Porque, eis que eu crio novos céus e nova terra; e não haverá mais lembrança das coisas passadas, nem mais se recordarão. Mas vós folgareis e exultareis perpetuamente no que eu crio; porque eis que crio para Jerusalém uma alegria, e para o seu povo gozo. Isaías 65:17-18
Jeremias e a Idade Nova Aliança

O profeta  Jeremias também falou do tempo da correção como já vimos na epístola aos Hebreus  9:8-10

Eis que dias vêm, diz o Senhor, em que farei uma aliança nova “Novo céu e nova terra” com a casa de Israel e com a casa de Judá.Não conforme a aliança “ O céu e terra” que fiz com seus pais, no dia em que os tomei pela mão, para os tirar da terra do Egito; porque eles invalidaram a minha aliança apesar de eu os haver desposado, diz o Senhor.Mas esta é a aliança que farei com a casa de Israel depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei a minha lei no seu interior, e a escreverei no seu coração; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. Jeremias 31:31-33

Ageu e a mudança do pacto
Segundo a palavra da aliança que fiz convosco, quando saístes do Egito, o meu Espírito permanece no meio de vós; não temais. Porque assim diz o Senhor dos Exércitos: Ainda uma vez, daqui a pouco, farei tremer os céus e a terra, o mar e a terra seca;E farei tremer todas as nações, e virão coisas preciosas de todas as nações, e encherei esta casa de glória, diz o Senhor dos Exércitos.Ageu 2:5-7

Esse texto é interessante que o profeta se refere precisamente da aliança! Ele faz lembrança da aliança realizada no Sinai e no fim do texto citado acima o Senhor declara que iria fazer tremer os céus e a terra ou seja; mudaria a aliança.

Em fim, O novo céu e a nova terra não é uma futura substituição do planeta, O novo céu e a nova terra, é sinônimo de Nova Aliança e engloba a vida no Espírito proveniente da fé! Novos princípios, em verdadeira adoração, restauração da comunhão com Deus.

Soli Deo Gloria

Seguir por e-mail

Comentários recentes