Seja Bem Vindo ao Maior Portal de Estudos do Preterismo Completo do Brasil Para a Glória de Deus!

Postados até aqui...

Loading...

Translate

sábado, 16 de janeiro de 2016

A que o Senhor Jesus se Referiu ao dizer “Está consumado” Em João 19:30?


Por: Erivelto Soares

E, quando Jesus tomou o vinagre, disse: Está consumado. E, inclinando a cabeça, entregou o espírito.”  João 19:30

Essa questão é de suma importância pois muitos teólogos modernos se utilizam dessa declaração para da suporte a uma afirmativa equivocada de que tudo se cumpriu na cruz! Porém em um exame profundo da questão vemos que não foi o que eles pensam o que O Senhor se referiu.

O sentido do "está consumado" é de algo resolvido, e é a mesma palavra grega usada para uma dívida quitada. Jesus está dizendo que está terminada, a dívida está paga, é o fim da questão. Ninguém mais poderá cobrar uma dívida que foi paga, e ninguém poderá condenar um ex-detento que cumpriu toda a sua pena.
A obra do Senhor na Cruz se diz respeito a essa dívida sanada e não o fim da velha ordem de justiça para a nova com suas bênçãos derramadas a sua noiva (A Igreja). A Promessa da Salvação, por exemplo, estava de pé mesmo depois da cruz pela igreja neo- testamentária, vejamos:

“Assim também Cristo, oferecendo-se uma vez para tirar os pecados de muitos, aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o esperam para salvação.” Hebreus 9:28

A Palavra salvação aqui é Sõteria no Grego que quer dizer: libertação, preservação, salvação eterna! Outro texto encontrasse em Romanos 13:11 E isto digo, conhecendo o tempo, que já é hora de despertarmos do sono; porque a nossa salvação está agora mais perto de nós do que quando aceitamos a fé” Veja! O Ap. Paulo disse que ...”A SALVAÇÃO ESTÁ AGORA MAIS PERTO DE NÓS!” O texto é bem contundente quanto o aguardo da igreja para a salvação mesmo depois da Cruz, só uma hermenêutica apóstata poderia negar essa afirmação.

Ainda temos mais um dentre muitos que eu poderia citar aqui, leia então 
1 Pedro 1:3-5 Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo que, segundo a sua grande misericórdia, nos gerou de novo para uma viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos,Para uma herança incorruptível, incontaminável, e que não se pode murchar, guardada nos céus para vós,Que mediante a fé estais guardados na virtude de Deus para a salvação, já prestes para se revelar no último tempo,”

Quando era que a Salvação se manifestaria? No Último tempo! Referindo ao fim do plano pactual judaico que estava prestes a cessar. Logo o ensinamento de uma salvação adquirida baseando-se na cruz é um grande equívoco.  A Salvação era aguardada firmemente pela igreja no qual se daria no último dia, ou seja; no fim da velha dispensação. Você pode até encontrar referencias nas epístolas Paulinas textos que se depare com uma salvação já adquirida, porém o Ap. Paulo fazia essas declarações em esperança e não como uma afirmativa do fato já realizado em seu tempo. O Ap. Paulo escrevendo aos Romanos deixou bem claro isso, ele disse: “Na esperança fomos salvos...” (Romanos 8:24,25)

A consumação final de todas as coisas se daria na queda de Jerusalém onde marcaria o fim da velha dispensação e o estabelecimento do Reino de Deus com todas as bênçãos. Quero deixar claro que a nossa missão nessa postagem não é minimizar ou negar a eficiência daquele sacrifício, Não! A morte do Senhor naquela cruz teve prerrogativas espirituais tremendas que foi favorável ao seu povo na chegada da nova aliança. E quando chegou a nova aliança? Chegou sobre a desolação de Jerusalém ocorrido em 70 d.C segundo os relatos da história. Está bem definido pelo texto a seguir Lucas 21:20-22 Mas, quando virdes Jerusalém cercada de exércitos, sabei então que é chegada a sua desolação. Então, os que estiverem na Judéia, fujam para os montes; os que estiverem no meio da cidade, saiam; e os que nos campos não entrem nela. Porque dias de vingança são estes, para que se cumpram todas as coisas que estão escritas."

Observe que ainda dentro do contexto encontramos a vinda de Jesus nas nuvens bem definida nesse evento:” Lucas 21:27-32 E então verão vir o Filho do homem numa nuvem, com poder e grande glória. Ora, quando estas coisas começarem a acontecer, olhai para cima e levantai as vossas cabeças, porque a vossa redenção está próxima. E disse-lhes uma parábola: Olhai para a figueira, e para todas as árvores; Quando já têm rebentado, vós sabeis por vós mesmos, vendo-as, que perto está já o verão. Assim também vós, quando virdes acontecer estas coisas, sabei que o reino de Deus está perto. Em verdade vos digo que não passará esta geração até que tudo aconteça.”

Quando tudo se cumpriu? Na queda de Jerusalém em 70 d.C! “todas as coisas que estão escritas” Logo viver no aguardo da vinda do Senhor ainda em nossos dias é viver ainda em esperança a salvação, visto que ela era uma promessa para ser dada na segunda vinda do Senhor Jesus. Infelizmente a maioria das igrejas em graça vivem essa contradição! Ensina a respeito da segurança eterna da salvação pela cruz e ainda por cima vivem no aguardo da vinda do Senhor Jesus nas nuvens ainda! veja; só na questão da salvação há dois erros confessionais! A salvação ter sido dada na cruz e a espera da vinda de Cristo (3ª vinda) sem saber que esse aguardo também se diz a Esperança da Salvação. Erros drásticos que só poderão ser facilmente corrigidos quando se entende a escatologia consumada. Nos minutos finais dessa postagem pesso encarecidamente que você caro leito Reveja os seus conceitos de fé, entenda as implicações do Preterismo completo quanto à escatologia bíblica e cresça na graça e no conhecimento.

SOLI DEO GLORIA

Nenhum comentário:

Seguir por e-mail

Comentários recentes