Seja Bem Vindo ao Maior Portal de Estudos do Preterismo Completo do Brasil Para a Glória de Deus!

Postados até aqui...

Loading...

Translate

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Ele veio da mesma maneira

                                           
                                        Por William H. Bell


Para alguns, várias passagens têm sido mais difíceis de interpretar no ano 70 dC . Uma das tais passagem é Atos 1:9-11. "Tendo dito estas coisas, foi Jesus elevado à vista deles, e uma nuvem o recebeu e ocultou aos seus olhos. Estando eles com os olhos fitos no céu, enquanto ele subia, eis que dois varões com vestiduras brancas se puseram ao lado deles, e lhes perguntaram: Galileus, por que estais olhando para o céu? esse Jesus que dentre vós foi recebido no céu, assim virá do modo como o vistes ir para o céu.”
Portanto, nós queremos estudar três pontos importantes nesta passagem.
1º A nuvem que vem.
2º O mesmo Jesus.
3º da mesma maneira.
Nosso objetivo é honrar as palavras de Cristo ao mesmo tempo, mostrando a inconsistência e contradições na visão literalista e futurista deste texto.
Atos 1:9-11 se encaixa perfeitamente no quadro para o retorno de Cristo ano 70 dC. Primeiro, A vinda de Deus nas nuvens no Velho pacto, simbolizado presença divina de julgamento. Vemos isso quando o Senhor Deus veio Julgar o Egito em Isaías 19:1.” Advertência contra o Egito: Vejam! O Senhor cavalga numa nuvem veloz que vai para o Egito. Os ídolos do Egito tremem diante dele, e os corações dos egípcios se derretem no íntimo. (Isaías 19:1).
Claramente, este é um texto que traz um sentido espiritual da destruição do Egito, mas real da vinda do Senhor. “Incitarei egípcio contra egípcio; cada um lutará contra seu irmão, vizinho lutará contra vizinho, cidade contra cidade, reino contra reino, ntão eu entregarei os egípcios nas mãos de um senhor cruel, e um rei feroz dominará sobre eles", anuncia o Soberano, o Senhor dos Exércitos. (V.2,4). Deus veio sobre uma nuvem para julgar o Egito, mas ele não estava vindo em um corpo físico visível ou nuvem visível! Da mesma forma foi a respeito foi o retorno do nosso Senhor. A vinda de Cristo em 70 dC não foi nem em cima de uma nuvem física nem ele surgiu em um corpo físico, Raciocine!!!. Ela também foi uma vinda espiritual, mas real. " Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem, e todas as nações da terra se lamentarão e verão o Filho do homem vindo nas nuvens do céu com poder e grande glória.." (Mateus 24: 30).
A maioria de todos os estudantes da Bíblia concordam que a vinda de Cristo neste texto é literal, não físico, mas real e que ocorreu antes que a geração do primeiro século passasse, (Mateus 24:34). Eles também devem concordar que este era o mesmo Jesus que foi crucificado e que subiu na nuvem descrito na passagem de Atos 1:11. Essas coisas são verdadeiras, então temos que concordar que nós tivermos uma espiritual, real e verdadeira vinda do mesmo Jesus, em uma nuvem, sem qualquer nuvem que veio fisicamente. A narrativa do julgamento de Deus sobre o Egito é bem similar ao que aconteceu com Jerusalém em 70d.C. “Incitarei egípcio contra egípcio; cada um lutará contra seu irmão, vizinho lutará contra vizinho, cidade contra cidade, reino contra reino, então eu entregarei os egípcios nas mãos de um senhor cruel, e um rei feroz dominará sobre eles", anuncia o Soberano, o Senhor dos Exércitos. (Isaías 19:2,4) Paralelo com Lucas 21: 10,20-24 Então lhes disse: "Nação se levantará contra nação, e reino contra reino.Quando virem Jerusalém rodeada de exércitos, vocês saberão que a sua devastação está próxima. Então os que estiverem na Judéia fujam para os montes, os que estiverem na cidade saiam, e os que estiverem no campo não entrem na cidade. Pois esses são os dias da vingança, em cumprimento de tudo o que foi escrito. Como serão terríveis aqueles dias para as grávidas e para as que estiverem amamentando! Haverá grande aflição na terra e ira contra este povo.
Cairão pela espada e serão levados como prisioneiros para todas as nações. Jerusalém será pisada pelos gentios, até que os tempos deles se cumpram.
É tempo de abrirmos os "olhos de nosso entendimento," (Efésios 1:18). Na verdade, Paulo exortou os efésios a usar o olhar da compreensão, a fim de "saber o que a esperança da sua vocação. "Os olhos de seu entendimento a ser iluminado;. Que você pode saber qual é a esperança da sua vocação, que são os mais ricos da glória da sua herança nos santos" (Efésios 1:18) Ao fazer isso, vamos começar a ver mais do que aquilo que é visível aos olhos físicos!


Terceiro, alguém tem que manter a mesma forma do corpo a ser a mesma pessoa? Isto é o que Argumenta-se para uma carnal e físico retorno visível de Cristo. No entanto, faria a Bíblia uma infinidade de contradições. Vejamos por exemplo o texto de Apocalípse 1: 9-17 “Eu, João, irmão e companheiro de vocês no sofrimento, no Reino e na perseverança em Jesus, estava na ilha de Patmos, por causa da palavra de Deus e do testemunho de Jesus. No dia do Senhor achei-me no Espírito e ouvi por trás de mim uma voz forte, como de trombeta, que dizia: "Escreva num livro o que você vê e envie a estas sete igrejas: Éfeso, Esmirna, Pérgamo, Tiatira, Sardes, Filadélfia e Laodicéia". Voltei-me para ver quem falava comigo. Voltando-me, vi sete candelabros de ouro e entre os candelabros alguém "semelhante a um filho de homem", com uma veste que chegava aos seus pés e um cinturão de ouro ao redor do peito. Sua cabeça e seus cabelos eram brancos como a lã, tão brancos quanto a neve, e seus olhos eram como chama de fogo.
Atos 1:9-11? Óbvio que não! O sentido do argumento de Atos 1:9-11 é que assim como Jesus estava indo EM GLÓRIA Ele retornaria EM GLÓRIA! O Apostolo Paulo fala algo importante. "Portanto, de agora em diante, a ninguém conhecemos segundo a carne, embora também tenhamos conhecido Cristo segundo a carne, mas agora nós não conhecemos desse modo mais ", 2 Coríntios 5:16).
Em quarto lugar, "assim como" é um advérbio que não modifica ou descreve o substantivo Jesus como na aparência. "Da mesma maneira" modifica o verbo da frase "assim virá."
Portanto, é um abuso das leis da gramática para uso "nos mesmos moldes" para se referir a aparição de Cristo. Gramaticalmente e contextualmente falando, ele só se refere a sua subida em uma nuvem. Assim, o retorno da mesma maneira quer dizer que ele voltaria em uma nuvem. E, para repetir, não há respaldo algum para uma nuvem física no retorno de Cristo.
Em quinto lugar, para corroborar o acima exposto, para que a frase "assim como" se referem a aparência corporal de Cristo faria a contradição da Bíblia, e os mentirosos inspirados escritores. João estava presente quando Jesus subiu. Ele, juntamente com os outros apóstolos viram a aparência física de
Cristo, quando ele ascendeu ao céu. No entanto, cerca de trinta anos mais tarde, escreve ele, "Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não se manifestou o que havemos de ser, mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele, pois o veremos como ele é. (1 João 3:2).
Em sexto lugar, se alguém tentar desconcordar com o argumento, dizendo: "Sim, mas estamos falando de um glorificado, corpo espiritual imortal? Resposta: mas o Senhor Jesus já estava em um corpo glorificado quando foi visto subindo em uma nuvem em Atos 1:9-11!
Se isso fosse verdade, se o retorno de Cristo fosse em um corpo glorificado então João estava delirando pois ele viu o Senhor e agora diz não tinha visto como ele é!
Em sétimo lugar, a frase "assim como" (hon tropon) significa "... uma forma, maneira, moda... como,
assim como, como ... "Léxico de Thayer, p.631. Esta frase é usada para expressar algo em
idêntico forma de ação, ou resultados. Pedro então usa-o para se referir ao processo idêntico em que ambos os judeus e gentios seriam salvos, ou seja, pelo evangelho (Atos 15:11). Outro exemplo mostra uma similaridade de identidade. "E, como James e Jambres resistiram a Moisés, assim também estes resistem à verdade: os homens corruptos de entendimento e reprovados quanto à fé" (2 Timóteo 3:8). Estes homens são aqueles que por sua magia resistiu Moisés no palácio do faraó (Êxodo 7:11, 12). Quando Paulo disse que "assim como" (HON tropon) alguns resistiram pregação de Timóteo como magos egípcios resistiram a Moisés e Arão, que É claro que eles não eram mágicos atuando como foram os anteriores.
Portanto, "assim como" se refere à rejeição do porta-voz de Deus, Timoteo como no caso de Moisés. Ele não exige uma exibição idêntica literalista de magia e bruxaria.
Em oitavo lugar, e tendo em vista todo o exposto, esta parece ser a aplicação mais consistente dEsse termo, "assim como" em Atos 1:11. Ela não exige uma nuvem física ou corpo de Jesus. É também elimina os apóstolos dizendo ver o corpo de Jesus, mas depois negá-lo.
Em nono lugar, a insistir no ponto de serem idênticos a partir da frase "na forma como" seria uma catástrofe bíblica. Por exemplo, a ascensão foi privada, a um grupo de onze homens, localmente confinado ao monte das Oliveiras, perto da cidade de Jerusalém, (Atos 1:12. Para ser literalmente "nos mesmos moldes" exigiria um local confinado retorno privado de Cristo, aos onze homens mesmo. (Ver J. Stuart Russell, A Parousia). Isso colocaria a vinda dentro de suas vidas, no primeiro século de sua geração. Para fazer isso contradiz o futuro, o retorno físico-visível do corpo de Cristo.
Décimo, o argumento de Atos 1:11, onde Cristo vier na glória, descreve Daniel 7:13-14 Na minha visão à noite, vi alguém semelhante a um filho de um homem, vindo com as nuvens dos céus. Ele se aproximou do ancião e foi conduzido à sua presença. A ele foram dados autoridade, glória e reino; todos os povos, nações e homens de todas as línguas o adoraram. Seu domínio é um domínio eterno que não acabará, e seu reino jamais será destruído. Este texto constitui o pano de fundo de ambos os textos Mateus 24:30 e Apocalipse 1:7 os quais mencionam a volta de Cristo nas nuvens. O tempo para o cumprimento desta profecia é claramente durante os dias do chifres besta 10 de Daniel (7:22-24). Não é por acaso que a besta de dez chifres mencionados por Daniel aparece no Apocalipse 13:1-2, o capítulo que antecede a nuvem vinda do "um como o Filho do homem"(Apocalipse 14:14) a formulação exata do Daniel 7:13! Assim, a vinda do Filho do homem sobre as nuvens de Atos 1:11 é cumprida nos dias do império romano, no dia 4 da besta de Daniel.
Outra prova é o fato de que a prostituta, Mistério Babilônia senta sobre esta besta de 10 chifres.
Mistério da Babilônia é Jerusalém, pois ela está bêbada com o sangue dos santos e do sangue dos mártires de Jesus (Apocalipse 17:06, 18:20, 24). Ela iria experimentar a vingança de Deus por assassinar os santos e os profetas, Jesus, o responsável pelos feitos contra Jerusalém, Mateus 23:33-37. Este julgamento é, inegavelmente, o que acontece antes do primeiro século da
geração passar. Jerusalém foi destruído pelos romanos no primeiro século (70 A.D) Lucas 21:20-22 cumprindo assim Mateus 24:30 e Daniel 7:13. Esta explicação satisfaz todas as exigências de Atos 1:11.
Finalmente, Atos 1:11 deve ser regida pelas declarações uma vez que são aplicáveis a todas as "Vindas" das passagens. Foi prometido para a geração do primeiro século, (Mateus 16:27-28; 24:3, 27, 30, 34). Estava perto , Romanos (13:11,12; Filipenses 4:5, Tiago 5:8; 1 Pedro 4:7; Apocalipse 1:3; 22:6,10,12) e se cumpriu. Foi o mesmo Jesus que foi crucificado e que também
Ascenso, que vinha nas nuvens, (Apocalipse 1:7), nos mesmos moldes, ainda não visto fisicamente, mas espiritualmente discernido, em completa harmonia com a Palavra de Deus. 

Nenhum comentário:

Seguir por e-mail

Comentários recentes