Seja Bem Vindo ao Maior Portal de Estudos do Preterismo Completo do Brasil Para a Glória de Deus!

Postados até aqui...

Loading...

Translate

sábado, 7 de junho de 2014

Que Geração estava vivendo o tempo do fim?


“Em verdade vos digo que não passará esta geração sem que todas estas coisas aconteçam.”  Mateus 24:34

Alguns têm procurado evitar a força deste texto dizendo que a palavra geração aqui significa na verdade raça, e que Jesus estava simplesmente dizendo que a raça judia não desaparecia até que todas essas coisas acontecessem. Isso é verdade? Eu lhe desafio: pegue sua concordância e procure cada ocorrência no Novo Testamento da palavra geração (no grego, genea) e veja se quer dizer “raça” em qualquer outro contexto. Aqui estão todas as referências para os evangelhos: Mateus 1:17; 11:16; 12:39, 41, 42, 45; 16:4; 17:17; 23:36; 24:34; Marcos 8:12, 38; 9:19; 13:30; Lucas 1:48, 50; 7:31; 9:41; 11:29, 30, 31, 32, 50, 51; 16:8; 17:25; 21:32. Nenhumas dessas referências estão voltadas para a raça judia inteira durante milhares de anos não; todas essas referencias usam a palavra em seu sentido normal de soma total daqueles vivos durante o mesmo tempo. Ela sempre se refere aos contemporâneos. (Na realidade, aqueles que dizem que significa “raça” tendem a reconhecer esse fato, mas explicam que a palavra subitamente muda seu significado quando Jesus a usa em Mateus 24!) Podemos rir de um erro tão transparente, mas deveríamos lembrar também que esse é um erro muito sério. (Estamos tratando com a Palavra do Deus vivo).
A conclusão, portanto antes mesmo de começarmos a investigar a passagem em sua totalidade – é que os eventos profetizados em Mateus 24 ocorreram no tempo de vida da geração que estava então viva. Foi esta geração que Jesus chamou de “má e adúltera” (Mateus 12:39, 45; 16:4; 17:17); foi esta “última geração” que crucificou o Senhor; e sobre esta geração, disse Jesus que recairia o castigo por “todo o sangue justo derramado sobre a terra” (Mateus 23:35; Apocalipse 1:7). Vale lembrar que uma geração é determinada pelo tempo de 40 anos, período  em que um pai ver o seu filho ter filhos. Ficando mais uma vez óbvio que os textos referentes a uma Geração que vivenciaria o tempo do fim não é a nossa. Fazendo os cálculos do tempo das gerações, chegamos a um surpreendente resultado. Veja; se estamos no século XXI e um século é uma unidade de tempo que equivale a cem anos. Logo, meio século equivale há 50 anos e 10 séculos equivalem há 1.000 anos, ou seja, um milênio. Então se estamos no século XXI; já se passaram XX séculos da geração referida nos textos acima, dois milênios e cinquenta gerações!


Resumindo; É fato que em todos os textos referente a geração que presenciaria o julgamento, se restringe unicamente a o fim pactual judaico, onde a queda do templo pelos Romanos em 70 d.C. levou a igreja a um estado de plena glória e gozo espiritual. As expectativas para esse evento foi marcado exclusivamente para os cristãos judeus e gentios do primeiro século a abreviação a eles estava grandemente nítida pelo aparecimento do sinal de Elias, a manifestação de Deus em carne, as manifestações dos sinais revelacionais extraordinário predito por Joel e por fim se concretizou em 70 d.C. Adiar esse tempo para mais de 2000 anos no futuro é dizer que Elias virá ainda, A manifestação de Cristo em carne não tem significado escatológico e os sinais extraordinários revelacionais ainda estão de pé (contrariando a suficiência das escrituras). 

Soli Deo Gloria

Seguir por e-mail

Comentários recentes