Seja Bem Vindo ao Maior Portal de Estudos do Preterismo Completo do Brasil Para a Glória de Deus!

Postados até aqui...

Loading...

Translate

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

E as muitas moradas que o Senhor foi preparar? (João 14:1-3)

Por Willian Bell Jr

"Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim.
Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar. E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também." João 14:1-3

Vamos nos concentrar por um momento sobre a promessa do Senhor em (Jo. 14:1-3). Jesus prometeu ir embora e voltar depois. O problema com a maioria quando lêem a Bíblia é que eles nunca estabelecem o contexto completo de um comunicado. Sim, Jesus prometeu voltar. Deus não pode mentir, (Tit. 1:2; Heb. 6:18.)

Lendo mais, devemos nos basear no contexto "tempo" para o texto. Jesus falou palavras adicionais de seu retorno em (João 16:16-19), dizendo que voltaria em "pouco tempo". Isso corresponde com (Hebreus 10:37), e outras declarações iminentes no Novo Testamento. A prometida vinda do Senhor deve alinhar com este conceito "pouco tempo".

Quando consideramos as declarações de Jesus nos evangelhos sinóticos, entendemos que a promessa da volta dele estaria dentro de sua geração, (Mateus 16:28, 34:34). O problema é que muitas pessoas têm a sua visão para o retorno de Cristo fixado no futuro, quando deveria ser olhado na direção do primeiro século.

Uma promessa quebrada ?

A Bíblia foi escrita: "para nós", mas não foi dirigida "para nós." Comprometemo-nos d os erros grosseiros de interpretação através da leitura nos textos em que foram originalmente dirigidas, as pessoas em um cenário histórico do tempo. Nós não tratamos nenhuma outra literatura dessa maneira. Nós não lemos Shakespeare e o mundo de Júlio César, Marco Antônio e Brutus, como se estivesse falando diretamente para nós. Mantemos o cenário histórico e o contexto para que possamos compreender a mensagem da sua perspectiva.

Vejamos; Quando Jesus disse a seus apóstolos que ele voltaria em "pouco tempo", essa afirmação deve ser entendida a partir da perspectiva de quem ouvi isso pela primeira vez. Eles viviam á quase 2000 anos atrás. Parece razoável que iria interpretar ou entender "um pouco" como significado ao ano de 2014?

Se ouvíssemos uma promessa feita por alguém que vive, hoje, que um evento iria ocorrer em pouco tempo, teríamos imediatamente que dar o salto no tempo atual para o ano 4014? É claro, que não? Não é razoável. Pela mesma razão, os discípulos não entenderam as palavras de Jesus de tal maneira nem ele pretendeu afirmar tal coisa.


Antes que alguns de vocês Digam:

Esse “um pouco” de Jesus, significava uma alusão tirada de palavras que ele mesmo proferiu antes.
"Porque o Filho do Homem virá na glória de seu Pai, com todos os seus santos anjos e então retribuirá a cada um segundo as suas obras. Verdade vos digo que, há alguns aqui que não provarão a morte até que vejam o Filho do Homem no seu reino. (Mateus 16:27-28)

Um evento que ocorreria em sua vida qualificado como "um pouco de tempo." Isso iria acontecer antes de tudo com aqueles que estavam na sua presença antes de sua morte. Ele declarou enfaticamente que a sua vinda iria ocorrer antes que aquela geração passa-se, (Mateus 24:30-34). Estão ainda vivos hoje?

Embora alguns, percebendo a dificuldade de tal posição dizerem “sim” por respeito ao não chama-lo de mentiroso, pois não é razoável nenhuma outra resposta justificativa para os textos.

Outros, dizem que Jesus mentiu, ou estava enganado ou "bêbado". Como isso tarifa para os céticos mais incredulidade nainspiração das Escrituras?

Por que não simplesmente acreditar que ele veio quando e como ele disse que faria? Certamente, isso não significa que o nosso "conceito" de vir, deve se adaptar as nossas necessidades (visível), mas isso não significa que ele não apareceu.


Jesus veio da mesma forma que Deus Vinha no Antigo Testamento

O texto diz que ele teria de vir na glória de seu Pai. Como Deus vinha no passado? Há vários exemplos de Deus vindo no Velho Testamento. Nenhuma delas envolveu uma presença literal na Terra. Considere (Isaías 19:01). . "O ônus contra o Egito: Eis que o Senhor vem cavalgando numa nuvem ligeira, e entrará no Egito, e os ídolos do Egito vai cambalear em sua presença, e ouvir de egípcios se derreterá no meio dela."

De acordo com a Septuaginta (tradução grega do Antigo Testamento), a presença palavra é de "prosopou", que significa face. No entanto, não havia nenhum registro de Deus vindo sentado em uma nuvem literalmente.

Eles não "viram" o rosto literalmente. Pois Deus é Espírito. Nenhum comentarista respeitável sequer afirmou ver Deus montado numa nuvem ao pé da letra. É assim que Deus vinha no A.T para julgar as nações. Esse é o significado de Mt. 24:30, que fala do Senhor vindo sobre as nuvens em julgamento sobre Jerusalém antiga.

O que aconteceu na primeira geração do I século, assim aconteceu quando Deus veio e julgou o Egito no século 8 a.C. Leitores ocidentais infelizmente não estão tão familiarizados com a literatura apocalíptica judaica e assim eles leem a Bíblia a partir de uma mentalidade ocidental, que causa muita confusão e erro. Que Deus nos ajude a trazer luz a esse povo que 

2 comentários:

APOCALIPSE disse...

Bom que os senhores, estão se esforçando em esclarecer o preterismo a cada dia, pois inicialmente é muito confuso armonizar tanto versiculo biblíco, sem se contradizer. Parabéns.

Fabio disse...

excelente texto parabéns.

Seguir por e-mail

Comentários recentes